p6p17p326p554 C O N V I T E António Maria Costa, Director Executivo do Gabinete das Nações Unidas para o Controlo da Droga e Prevenção do Crime, vai estar em Lisboa.
Dia 19 de Janeiro - 11h00
Na sede do Instituto da Droga e da Toxicodependência António Maria Costa, Director Executivo do Gabinete das Nações Unidas para o Controlo da Droga e Prevenção do Crime, vai estar em Lisboa

Dia 19 de Janeiro - 11h00
Na sede do Instituto da Droga e da Toxicodependência

António Maria Costa, Director Executivo do Gabinete das Nações Unidas para o Controlo da Droga e Prevenção do Crime (UNODC), em Viena, vai estar à disposição dos Senhores Jornalistas na Conferência de Imprensa de apresentação do Programa da Visita  do UNODC a Portugal, a realizar esta quarta-feira, dia 19 de Janeiro, às 11 horas, na sede do IDT – Avenida João Crisóstomo, n.º 14, em Lisboa


MISSÃO DO DIRECTOR-EXECUTIVO DO GABINETE DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O CONTROLO DA DROGA E PREVENÇÃO DO CRIME A PORTUGAL
ANTONIO MARIA COSTA

O Gabinete das Nações Unidas para o Controlo da Droga e Prevenção do Crime (United Nations Office on Drugs and Crime – UNODC) é o líder mundial na luta contra as drogas ilícitas e o crime internacional. Estabelecido em 1997, o UNODC tem um staff de cerca de 500 pessoas em todo o mundo.

A sua sede encontra-se localizada em Viena. O orçamento deste Programa assenta em contribuições voluntárias (cerca de 90%) governamentais.

O UNODC está mandatado para ajudar os Estados Membros na sua luta contra as drogas ilícitas, o crime e o terrorismo.

Os três pilares do programa de trabalho deste Organismo são:

1. Investigação para aumentar o conhecimento e o entendimento sobre drogas e assuntos relacionados com a criminalidade
2. Trabalho normativo para ajudar os Estados Membros na ratificação e implementação dos tratados internacionais,  desenvolvimento da legislação nacional sobre drogas, crime e terrorismo
3. Projectos de cooperação internacional que melhorem a capacidade dos Estados Membros para matérias como as drogas ilícitas, o crime e o terrorismo.


Com a intervenção do UNODC poder-se-á:

1. Equipar de melhor forma os Governos para cumprirem e implementarem as suas obrigações decorrentes dos tratados internacionais, nomeadamente através de cooperação judicial efectiva, prevenção e outras medidas contra a produção de drogas ilícitas, tráfico e abuso, tráfico de seres humanos e outras formas de crime organizado, branqueamento de capitais, corrupção e terrorismo
2. As decisões tomadas pelos políticos terão uma base mais válida, tendo por base um conhecimento mais extenso e intensivo das drogas ilícitas, crime e assuntos relacionados com o terrorismo
3. A sociedade civil e a opinião política estarão de forma mais consciente envolvidos na luta contra as drogas ilícitas e os problemas relacionados com o crime.

António Maria Costa é o Director-Executivo do UNODC e o Director-Geral do Gabinete das Nações Unidas em Viena desde 2002 (o seu cargo é equivalente a Sub-Secretário-Geral das Nações Unidas).

Nasceu a 16 de Junho de 1941 em Itália. É formado em ciências políticas pela Universidade de Turim e em Economia e Matemática pela Universidade de Moscovo, tem também um Doutoramento em Economia da Universidade de Berkeley, Califórnia.
De 1969 a 1983, António Maria Costa exerceu as funções de senior economist no Departamento das Nações Unidas de Economia Internacional e Assuntos Sociais em Nova Iorque. Foi escolhido para Sub-Secretário-Geral da OCDE, onde esteve até 1987. Daí até 1992 ocupou o posto de Director-Geral de Economia e Finanças da Comissão Europeia. 1 data 19-01-2005 09:54:30 162294870 sim sim