p6p17p326p501 Nuno Freitas - Presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência C O N V I T E
15 de Setembro – 10h30
Sala dos Espelhos – Palácio Foz Realiza-se no próximo dia 15 de Setembro, pelas 10h30, na Sala dos Espelhos – Palácio Foz, Praça dos Restauradores em Lisboa, a Tomada de Posse do Presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência – Nuno Freitas.

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Deputado à Assembleia da República na VIII Legislatura, Nuno Freitas era actualmente Vereador da Câmara de Coimbra responsável pelas áreas do Desporto e Lazer, Juventude, Saúde Pública e Espaços Verdes e Luta Contra a Droga.

SINOPSE CURRICULAR

NOME: Nuno Miguel Marta de Oliveira da Silva Freitas
Data de Nascimento: 22 de Junho de 1971, Coimbra
Estado: Casado, 2 filhos

HABILITAÇÕES LITERÁRIAS

§ Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra com a nota final de Bom (15 valores);
§ Pós-Graduação em Direito da Medicina pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra;
§ Frequência do Mestrado em Bioética da Universidade Católica Portuguesa;

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

§ Médico do Internato de Especialidade de Patologia Clínica dos Hospitais da Universidade de Coimbra (n.º mec. 6440);
§ Médico eventual do Hospital Distrital de Leiria;
§ Curso Avançado do INEM para VMER;


CARGOS POLÍTICOS

§ Deputado da Assembleia da República em representação do círculo eleitoral de Coimbra na VIII Legislatura (1999-2002). [Membro da Comissão Parlamentar de Saúde e da Sub-Comissão Parlamentar de Toxicodependência];
§ Vereador da Câmara Municipal de Coimbra desde Janeiro de 2002;



Nuno Miguel Marta de Oliveira da Silva Freitas, nasceu em Coimbra.
Frequentou durante a infância e juventude as escolas públicas de Coimbra, com muito bom aproveitamento escolar e desenvolvendo intensa actividade desportiva complementar na natação, futebol e rugby.

Em 1987, então no 11º ano de escolaridade na Escola Secundária Infanta D. Maria, ganha a eleição para presidente da associação de estudantes do Liceu, assim inaugurando um trajecto associativo que continuará na Associação Académica de Coimbra.

Ingressa, em 1989, no curso de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, após a conclusão dos estudos secundários e da realização da prova geral de acesso e das provas específicas nacionais, com a nota final de 17,46 valores.

Entre 1989 e 1995 participa em actividades associativas, culturais e desportivas da Faculdade e da AAC, nomeadamente como membro eleito pelos pares no Senado da Universidade de Coimbra, culminando, em 1995, com a liderança de uma lista concorrente à Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra.

Entretanto, assume igualmente diversos cargos nas estruturas locais e nacionais da JSD, tendo sido o mais jovem 1º vice-presidente a ser eleito nessa organização política. Representa entre 91 e 95 a JSD na Direcção Nacional do PSD, então liderada pelo Senhor Prof. Aníbal Cavaco Silva.

Com a conclusão da Licenciatura em Medicina em 1996, com a média final de 15 valores e classificação de Bom, realizou de seguida e com aproveitamento o Internato Geral Médico nos Hospitais da Universidade de Coimbra nos anos de 1997 e 1998. Concorre no Concurso Geral de Internato de Especialidade de Outubro de 1998, tendo iniciado o Internato de Especialidade em Patologia Clínica em 1999 no Laboratório de Hematologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Nesse período, frequenta com aproveitamento a Pós-Graduação em Direito da Medicina da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Integra a lista candidata pelo Círculo Eleitoral de Coimbra às eleições legislativas de Outubro de 1999 e assume o cargo de Deputado à Assembleia da República na VIII Legislatura, trabalhando na Comissão Parlamentar de Saúde, na Sub-Comissão Parlamentar de Toxicodependência e ainda nas Comissões de Juventude e Desportos e Eventual sobre Timor-Leste.

Entre 1999 e 2001, é autor, co-autor e relator de diversas iniciativas legislativas, nomeadamente nas áreas da saúde e toxicodependências, sendo exemplos:


i. Projecto de Lei n.º 91/VIII “O Acto Médico”;;
ii. Projecto de Lei n.º 313/VIII “Da Gravidez na Adolescência”;
iii. Projecto de Resolução n.º 50/VIII “Recomendar ao Governo que reforce um Programa Específico sério de Combate à Tuberculose”;
iv. Projecto de Resolução n.º 64/VIII “Prevenção Primária das Toxicodependências”;
v. Projecto de Resolução n.º 69/VIII “Combate ao Alcoolismo”;
vi. Proposta de Lei n.º 31/VIII “Define o Regime Jurídico aplicável ao consumo de estupefacientes e substâncias psicotrópicas, bem como a protecção sanitária e social das pessoas que consomem tais substâncias sem prescrição médica” – Deputado Relator;

A convite do Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PSD, Senhor Dr. Carlos Encarnação, aceita integrar a lista candidata às eleições autárquicas de Dezembro de 2001, referentes ao Município de Coimbra. Assumiu desde Janeiro de 2002 o cargo de Vereador da Câmara Municipal de Coimbra, com competências nas áreas sociais, designadamente Educação e Ciência, Acção Social e Família, Luta contra as Toxicodependências, Desporto e Juventude, Ambiente e Espaços Verdes, Higiene e Saúde Pública.

Do seu trabalho directo como Vereador destacam-se:

i. Instalação da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Coimbra;
ii. Criação da Rede Social de Coimbra;
iii. Concepção de programa integrado para ‘Famílias Numerosas’;
iv. Programa de Expressão Físico-Motora para as crianças 1º ciclo;
v. Instalação do Conselho Municipal de Educação;
vi. Coordenação do ‘Ano Europeu das Pessoas com Deficiência’;
vii. Assinatura do Plano de Prevenção Primária Municipal das Toxicodependências;
viii. Coordenação do evento ‘UEFA EURO 2004’;
ix. Construção de novas infra-estruturas desportivas no valor de 30 milhões de euros;
x. Reabilitação de jardins históricos, parques verdes e infantis;

Inicia, entretanto, em Outubro de 2003, a frequência do Mestrado em Bioética da Universidade Católica Portuguesa que em breve deverá concluir.

Em Maio de 2004, é eleito para a Comissão Política Nacional do PSD, durante o XXV Congresso Nacional, e depois de ter sido o 1º subscritor da Moção ‘Estratégia de Rosto Humano’.

Em Agosto de 2004 é convidado pelo Senhor Primeiro-Ministro, Dr. Pedro Santana Lopes, e pelo Senhor Ministro da Saúde, Dr. Luís Filipe Pereira, para assumir a presidência do Conselho de Administração do recém-criado Instituto da Droga e da Toxicodependência. 1 data 14-09-2004 16:56:38 151174598 sim sim