LSD (Alucinogéneo) p5p14p158 LSD (Alucinogéneo) Trata-se de um produto sintético extraído da cravagem do centeio... Trata-se de um produto sintético (a dietilamida do ácido lisérgico) extraído da cravagem do centeio (Claviceps purpúrea). Fabrica-se de forma clandestina a partir de precursores químicos e de uma boa formação em conhecimentos técnicos.

Apresentação. Vias de administração

O LSD pode apresentar-se sob diversas formas: barras, cápsulas, tiras de gelatina, micropontos, etc. A distribuição desta substância faz-se também em folhas de papel secante, nas quais se embebeu a droga. Estas, por sua vez, são "decoradas" de diversas maneiras e o seu aspecto final pode ser em forma de selo ou autocolante, circulando despercebidamente.

Aspectos farmacológicos

A dose média eficaz oscila entre 50 e 75 microgramas. No entanto, a maneira como esta substância é impregnada em papel secante, provoca importantes variações nessas medidas, pelo que não se conseguem prever completamente as suas consequências.

Os primeiros sintomas (dependendo sempre das quantidades ingeridas) só aparecem ao fim de trinta ou quarenta minutos, prolongam-se durante oito horas, para depois desaparecerem lentamente.

Efeitos

Como foi dito, os efeitos desta substância não podem ser previstos; podem resultar muito agradáveis e divertidos ou provocar experiências francamente desagradáveis ("má viagem"). Neste último caso, o consumidor pode experimentar uma perda completa do controlo emocional, estados de pânico, manias de perseguição, vertigens e desorientação, ...

Efeitos imediatos.
Sensação de grande agudeza sensorial (cores mais brilhantes, sons que eram imperceptíveis e que se tornam perceptíveis), sinestesias: "escutam-se as cores", "visualizam-se as notas musicais".
Dificuldade de concentração, do controlo do pensamento e diminuição da capacidade para recordar.
Alteração da noção temporal e espacial.
Redução da coordenação muscular e da percepção da dor.
Mudanças de humor.
Alucinações: que podem ir desde a percepção de uma imagem que simplesmente não existe até à completa imersão do indivíduo num mundo irreal.
Experiências místicas, profundo sentimento de alegria, de paz, de sintonia e união com os outros, ...

Efeitos a longo prazo.
Não existem dados concludentes relativos às consequências físicas produzidas pelo consumo de LSD, mas apenas os relacionados com os transtornos psicológicos, como por exemplo depressão, ansiedade, psicose, etc.
Um dos eventuais perigos do consumo do LSD constitui o chamado "flash-back" (revivescência) ou retorno à vivência tida com a droga. Este pode ocorrer semanas depois da ingestão da substância e sem ser necessária uma nova dose. Este processo pode desencadear-se através do consumo de outra droga, como a cannabis.

Potencial de dependência.
Os seus efeitos psíquicos são pouco relevantes pelo que o seu uso contínuo é excepcional. A tolerância desaparece de maneira rápida após vários dias de abstinência. Ao deixar de ser consumida não provoca nenhum sintoma de abstinência. O seu potencial de dependência é portanto muito baixo.
110 data 25-06-2003 22:40:16 111969616 sim sim [Perfis] substancias_lsd.jpg