para a Cidade de Lisboa p4p124p379 Plano Integrado de Prevenção das Toxicodependências
para a Cidade de Lisboa 1. Gabinete de Apoio Zona Ocidental.
2. Gabinete de Apoio Zona Oriental
3. Centro de Abrigo do Arco do Carvalhão
4. Centro de Abrigo do Beato
5. Unidade Móvel – Santa Apolónia
6. Unidade Móvel – Estrada de Chelas
7. Unidade Móvel – Av. de Ceuta
8. Unidade Móvel - Campolide
9. Centro de Acolhimento de Alcantra

O PLANO INTEGRADO DE PREVENÇÃO DAS TOXICODEPENDENCIAS PARA A CIDADE DE LISBOA  é um instrumento estratégico para a prossecução de políticas que visam criar respostas concertadas ao problema da toxicodependência, bem como às situações de exclusão social geradas por este.
O Instituto da Droga e da Toxicodependência, a Camara Municipal de Lisboa, e o Instituto de Solidariedade e Segurança Social entenderam constituir uma parceria que resulta num conjunto estruturado de intervenções que abrangem todos os níveis da prevenção das toxicodependências (prevenção, redução de danos, tratamento e reinserção).
Estas medidas incluem-se numa lógica de proximidade, feita por equipas pluridisciplinares de acolhimento triagem e encaminhamento permanentes.
Equipas de Rua - equipas diurnas e nocturnas, enquadradas em diferentes projectos dirigidos a problemáticas específicas, e que se caracterizam essencialmente por uma abordagem directa e de proximidade destinadas a promover a redução de riscos, intervindo no espaço público onde o consumo de drogas seja vivido como um problema social.
Gabinetes de Apoio – estruturas que concentram serviços especializados de triagem, diagnóstico e acompanhamento em locais fixos de atendimento diurno, que se destinam a contribuir para o diagnóstico e melhoria das condições sócio-sanitárias de toxicodependentes marginalizados e excluídos bem como para o seu encaminhamento social e terapêutico.
Unidades Móveis - espaços móveis de prevenção de doenças infecciosas, destinados ao rastreio e tratamento das mesmas; à vacinação da população de risco; à redução do consumo endovenoso e ou fumado de heroína na rua, por via da sua substituição com Metadona.
Centro de Acolhimento - espaço residencial temporários destinado a contribuir para o afastamento de ambientes propícios ao consumo. Os centros de acolhimento visam essencialmente a transição de utentes das estruturas de proximidade para estruturas de acompanhamento terapêutico mais estruturado.
Centros de Abrigo -  são espaços de pernoita e destinam-se a contribuir para a melhoria das condições de dormida de toxicodependentes sem enquadramento sócio-familiar e para a aproximação destes aos sistemas sociais.
O Plano integra, por fim, projectos de Investigação  e de Avaliação, que visam o estudo e a aferição das intervenções ao evoluir dos problemas na cidade de Lisboa, bem como a  medida da  eficácia dos Programas aplicados, nomeadamente um levantamento, por parte das estruturas de proximidade, que permitirá a curto prazo obter um exacto diagnóstico da situação na cidade de Lisboa e posteriormente realizar intervenções direccionadas para grupos alvo específicos, por exemplo, junto de toxicodependentes arrumadores de automóveis 21 numero 28-01-2004 10:55:00 130935300 sim sim