p4p124 Redução de Danos Modificar o comportamento dos consumidores para diminuir riscos e minimizar danos. Se um consumidor de drogas (homem ou mulher) não consegue ou não quer renunciar ao consumo de drogas, deve-se ajudá-lo a reduzir os danos que causa a si mesmo e aos outros
(1995) E. Buning e G. Van Brussel


A actividade do Núcleo de Redução de Danos resulta da articulação entre as competências atribuídas pela Lei Orgânica do IDT, com os princípios orientadores consignados na Estratégia Nacional de Luta Contra a Droga e no Plano de Acção Nacional de Luta Contra a Droga/Horizonte - 2004 no que respeita à área da Redução de Riscos e Minimização de Danos.
Todas as grandes abordagens em matéria de redução dos riscos e minimização de danos consistem em procurar modificar o comportamento dos consumidores de drogas a fim de diminuir os riscos, nos casos em que não é possível impedir o consumo ou conseguir a abstinência.

A adopção de modos de consumo sem perigo ou de menor risco faz parte dessas abordagens, assim como iniciativas destinadas a prestar ajuda e assistência aos toxicodependentes doentes ou socialmente excluídos, captando a sua confiança motivando-os para tratamento.

A intervenção ao nível da Redução de Riscos e Minimização de Danos das Toxicodependências, a nível nacional, traduz-se pela criação, implementação e avaliação de vários Planos e Projectos, em zonas consideradas mais críticas e/ou focalizado em grupos alvo específicos. 30 numero 25-06-2003 21:56:44 111967004 sim sim [Perfis] destaque_tratamento_reducaodanos.gif